VOLTAR AO TOPO

UseFashion Logo UseFashion Logo

Balanço SPFW: Dia 02

Confira mais sobre os desfiles de Osklen, João Pimenta, Tryia e mais!

Publicado em 29/08/2017, por Redação

Dando continuidade ao SPFW, o segundo dia de desfiles movimentou a capital paulistana. Contando com apresentações dentro e fora da Fundação Bienal, no Parque Ibirapuera, 8 marcas trouxeram suas apostas para o verão 2017/18, envolvendo segmentos como vestuário, moda praia e moda festa. Além disso, algumas parcerias, principalmente voltadas para calçados e acessórios, tiveram sua estreia no evento. Acompanhe os detalhes!



Uma Raquel Davidowicz

O verão 2017/18 da Uma Raquel Davidowicz teve como inspiração central a obra do artista americano Cy Twombly, conhecido por seu visual abstrato e descompromissado. Assim, a coleção da marca trabalhou com silhuetas leves e fluidas, contrastando com volumes sutis. Entre as peças, o conforto foi pontuado em vestidos, tops, camisas, jaquetas, saias e blazeres, ressaltando elementos como assimetrias, drapeados, sobreposições de materiais e transpasses. Atente ainda para estampas de rabiscos manuais, trazendo a essência do trabalho do artista para as superfícies. Como complemento, sandálias variadas chamaram atenção, assim como pulseiras e meias com transparência.

Paula Raia

A Flagcx, na Vila Madalena, foi o local escolhido por Paula Raia para a apresentação de sua coleção. Com um clima de tranquilidade, a mostra foi além das roupas, criando uma experiência para os presentes, que eram convidados a um ambiente com sons da natureza e só poderiam entrar utilizando uma bata rosa de linho. Trabalhando tons de rose e nudes, a coleção manteve a essência da estilista, valorizando modelagens soltas ao corpo e com volumes expressivos em saias e mangas. Vestidos longos e mídis foram as principais peças, trabalhados em materiais leves e com transparências. Além disso, nas superfícies, texturas, babados amplos e recortes serviram como ornamentação para os produtos. Sapatos como oxfords e abotinados reforçaram a ideia de conforto da brand.

Osklen

Como falamos em notícia anteriormente, a coleção de verão 2017/18 da Osklen teve como inspiração a vida e a obra de Tarsila do Amaral, uma das grandes representantes da arte brasileira. Pensando em seu legado, Oskar Metsavaht e sua equipe deram origem a uma coleção que contou uma história. Começando pela tela crua com os esboços da artista em lápis, passando por um bloco monocromático inspirado no autorretrato Manteau Rouge, e culminando uma série de peças estampadas por obras da artista, como Abaporu e Brasileiros. Atente para o uso de materiais como linho, algodão e seda em vestidos, camisas, calças amplas, tops cropped e blusas leves, além de conjuntos em alfaiataria, trazendo um tom elegante para o desfile. 


Vix Paula Hermanny

Intitulada Trópicos, a coleção de resort 2018 da Vix chamou a atenção pela mescla entre sofisticação e casualidade. Na moda praia, o destaque ficou por conta dos materiais diferenciados com aparência de tecido plano e das modelagens irreverentes, evidenciando amarrações, decotes retos e cavas altas. Já no vestuário, modelagens amplas e sensuais chamaram a atenção, ressaltando elementos como fendas, torções, nós e transparências. Nas superfícies, estampas como listras irregulares trouxeram contrastes de cor, envolvendo uma cartela com tons de azul, laranja e off-white. Chapéus de palha amplos, brincos individuais, colares de conchas e sandálias com tornozeleiras em latão complementaram a coleção.

Fabiana Milazzo

Inspirada no universo dos sonhos, a coleção de Fabiana Milazzo teve como atrativo principal a combinação de materiais leves e bordados elaborados. Contando histórias surreais e trazendo um universo de fantasia para as superfícies, elementos como fauna e flora foram representados através de bordados e estampas em materiais como tules, chiffons e rendas. Desse modo, peças como vestidos em comprimentos variados e túnicas foram trabalhados em uma cartela de cores de tons como preto, amarelo, azul e rosê. A ideia de leveza também foi representada nos calçados por meio de mules em parceria com a Masqué, de Adriana Pedroso, enquanto acessórios como colares e brincos foram confeccionados de modo artesanal, explorando formas orgânicas.

João Pimenta

O ponto de partida para a coleção de João Pimenta nesse SPFW foi o contraponto entre o bem e o mal. Com a ideia de que não existe bem ou mal por completo, a coleção fugiu dos ternos clássicos, abrindo espaço para uma alfaiataria com recortes, texturas, amarrações e bordados. Na cartela de cores, branco, vermelho, cinza e preto foram as únicas opções, variando entre materiais espessos, como o linho, ou leves, como as rendas. Contemporâneo, o vestuário masculino apresentado por João Pimenta ainda contou com o uso de aviamentos utilitários e recortes esportivos, reforçando a estética casual dessa nova fase do estilista. 

Lilly Sarti

Os anos 1980 já vêm aparecendo como um referência importante na moda há algumas temporadas. Agora, para o verão 2017/18, a década foi trabalhada com moderação pela estilista Lilly Sarti, que apresentou uma coleção pontuada por cintura marcada e ombros evidenciados. Nas peças, como macacões, conjuntos, blusas soltas e vestidos, destaque para materiais com leve brilho, em tons como alaranjados, mostarda, cinza e branco. Com sofisticação e sensualidade, os looks foram complementados por mules em diferentes construções, trabalhadas na mesma cartela de cores do vestuário. 

Triyia

Com a ideia de um Brasil re-descoberto, o verão 2017/18 da Triya apresenta um novo país, representado por cores, tramas e inspirações vindas de nossas terras. Um dos principais destaques são as mais de 15 estampas diferentes, ressaltando vegetações e grafismos, que deram o tom para a moda praia, bem como peças como vestidos, blusas encurtadas e pantalonas. Na modelagem, detalhes em recortes e vazados chamaram atenção, assim como os trabalhos de superfícies inspirados na estética artesanal de tresses, tramas de palha e cestos indígenas. Atenção ainda para as parcerias com a Schutz, nos calçados com saltos grossos e solado tratorado, e com a Damn Project, observada nas peças em denim do desfile, feitas à mão a partir de calças usadas. 

*Confira as coleções completas acessando nossa Galeria de Desfiles*!

Imagens: Agência Fotosite.

Os comentários são via Facebook e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de responsabilidade dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião editorial do Grupo Use.


Carregando...

Top 5 posts mais lidos

@usefashion