VOLTAR AO TOPO

UseFashion Logo UseFashion Logo

Moda e religiosidade será tema do Met Gala 2018

O Baile do Met terá como anfitriões Rihanna, Amal Clooney e Donatella Versace

Publicado em 08/11/2017, por Redação UseFashion

O tradicional evento anual do Metropolitan Museum of Art de Nova York, o Baile do Met, revelou hoje, 8, detalhes sobre o tema da exposição de 2018, que abordará um tema possivelmente controverso: moda e religião. Nesse ano, 2017, Rei Kawakubo teve o seu legado como grande homenageado, deixando sua marca como a segunda estilista a receber uma homenagem ainda em vida. Confira mais detalhes do evento que terá como anfitriões Rihanna, Amal Clooney e Donatella Versace:


Dolce & Gabbana - Inverno 2013

Intitulada “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination” (Corpos Celestiais: Moda e a Imaginação Católica), a exposição poderá ser visitada a partir de 10 de maio até 8 de outubro de 2018. Dividido em três locais, no Anna Wintour Costume Center, nas galerias medievais do Met Fifth Avenue e no Cloisters, a próxima edição do evento pretende criar um diálogo entre a moda e a obra prima da arte religiosa que fazem parte do acervo do museu, sendo a maior exposição do Instituto Costume até então. 

Announcing the Costume Institute’s Spring 2018 exhibition, “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination.” The thematic exhibition will occupy The Met Fifth Avenue’s medieval galleries and the Anna Wintour Costume Center, as well as The Met Cloisters. Creating a dialogue between fashion and masterworks of religious art in The Met collection, it will examine fashion’s ongoing engagement with the devotional practices and traditions of Catholicism. Left: El Greco, Cardinal Fernando Niño de Guevara (1541–1609), ca. 1600, oil on canvas; The Metropolitan Museum of Art, H. O. Havemeyer Collection, Bequest of Mrs. H. O. Havemeyer, 1929 (29.100.5); Right: Evening Coat, Cristobal Balenciaga for House of Balenciaga, autumn/winter 1954–55; Gift of Mrs. Bryon C. Foy, 1957 (C.I.57.29.8) Digital Composite Scan by Katerina Jebb #TheMet #MetCloisters #CostumeInstitute @themetcloisters #KaterinaJebb #MetHeavenlyBodies

Uma publicação compartilhada por The Costume Institute (@metcostumeinstitute) em

Entre os aproximadamente 150 costumes, estarão peças de Coco Chanel, John Galliano, Dolce & Gabbana, Cristóbal Balenciaga e muitos outros estilistas renomados que já estreitaram a relação entre moda e religiosidade. O ponto alto da exposição ficará por conta da presença das vestes papais que ficam na Capela Sistina e jamais foram vistas fora do Vaticano.


The Nativity (detalhe) – Zanobi Strozzi 1433-43 | Jeanne Lanvin para Lanvin 1939

“Nós estamos confiantes que a exposição vai inspirar o entendimento, a criatividade e, ao longo do tempo, diálogos construtivos, que é precisamente o papel de um museu na sociedade” disse Andrew Bolton, curador do Instituto Costume ao New York Times. 

“Sabemos que isso pode ser controverso para a direita e os católicos conservadores e para os católicos liberais” defende afirmando ter consultado representantes de diferentes grupos católicos para identificar peças que poderiam ser incendiárias. Ele também afirma estar ciente que sempre haverá alguém para reduzir a mostra em polêmica política, e se nega a remover sequer uma peça da exibição pelo seu potencial polêmico.

Imagens: Divulgação e Agência Fotosite.

Os comentários são via Facebook e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de responsabilidade dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião editorial do Grupo Use.


Carregando...

Top 5 posts mais lidos

@usefashion