VOLTAR AO TOPO

UseFashion Logo UseFashion Logo

Museus em homenagem à Yves Saint Laurent serão inaugurados em Paris

Os museus estão sendo construídos há mais de uma década sob o comando de Pierre Bergé

Publicado em 27/09/2017, por Redação UseFashion

Com previsão de abertura para o mês de outubro, dois novos museus concentrarão parte da obra do estilista Yves Saint Laurent a fim de celebrar a sua relevância no cenário da moda. Pierre Bergé, cofundador da casa parisiense e ex-parceiro do artista, foi o principal responsável pela construção dos museus, porém, infelizmente não conseguiu cumprir a última tarefa que tinha se proposto. Pierre, que morreu no dia 8 de setembro, organizou as instalações na eterna Maison em Paris e na sua residência de férias em Marraquexe. Acompanhe:


Yves Saint Laurent

Os museus estão sendo construídos há mais de uma década e serão a nova casa de 5 mil roupas, 15 mil acessórios, documentos, objetos e desenhos que faziam parte do acervo da Fundação Pierre Bergé. Ambos receberão exibições rotativas com peças memoráveis do Sr. Saint Laurent como os vestidos Mondrian de 1965, os casacos brocados da coleção de 1976 Ballet Russes e as jaquetas com os girassóis de Van Gogh de 1988.


Exibição no Museu Bowes

Em seu último pronunciamento sobre o museu, Pierre falou sobre o momento em que descobriram Marraquexe, em 1966, e sobre a influência do local para a obra de Saint Laurent. “Ninguém era mais quintessencialmente parisiense que Yves, mas ele ia para Marraquexe sempre que podia”, disse Madison Cox, viúvo de Bergé.


Pierre Bergé e Yves Saint Laurent

O museu foi decorado pelo designer de interiores e amigo de Pierre, Jacques Grange, que também decorou a Maison em 1980 e as casas do antigo casal. O local tem uma fachada em tijolos à vista de 4.000m² e lá, haverá um hall de entrada com fotos do em preto e branco de Yves, galerias com exposições, o estúdio do artista, biblioteca, café, restaurante e loja. 

“As pessoas dizem que é trágico que Pierre não está aqui para ver os museus finalizados,” disse Sr. Cox. “Mas ele estava envolvido em todas as decisões desde o primeiro dia. Ele não estava lá quando o último tapete foi colocado na escadaria, ou quando as cortinas foram penduradas na porta de frente da 5 Avenue Marceau. Mas ele sabia exatamente como eles seriam. E eles são exatamente como ele queria.”

Imagens: Divulgação.

Os comentários são via Facebook e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de responsabilidade dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião editorial do Grupo Use.


Carregando...

Top 5 posts mais lidos

@usefashion