VOLTAR AO TOPO

UseFashion Logo UseFashion Logo

"Desglobalização", economia e política brasileira são temas de palestra

Evento Análise de Cenários chamou a atenção para a indústria calçadista

Publicado em 16/04/2018, por Redação

EventosNegócios
3 minutos de leitura

A noite do dia 12 de abril foi de reflexões para o setor calçadista brasileiro. Em evento localizado no Locanda Hotel, em Novo Hamburgo/RS, uma série de palestras foram ministradas com o intuito de promover um panorama sobre a economia e a política nacional. Intitulado Análise de Cenários, foi resultado da parceria entre a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), a Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB). 

A primeira palestra ficou a cargo do pós-Doutor em Economia e professor do Departamento de Relações Internacionais da UFRGS, André Cunha. Em sua fala, destacou pontos como a queda brusca da participação da indústria no PIB brasileiro e o processo de desindustrialização que vivemos desde a década de 1980, com o aumento da dependência das commodities. Além disso, o economista propôs uma reflexão ao empresariado brasileiro. Segundo ele, é preciso estar atento aos investimentos, especialmente em pessoas qualificadas e na tecnologia. “Existem tendências latentes que o Brasil precisa estar atento: Indústria 4.0 é uma delas”, concluiu.

A segunda parte do evento foi dedicada à análise do cenário para calçadistas, além de projeções para as eleições presidenciais. Nesse quesito, o doutor em Economia e consultor setorial, Marcos Lélis, apontou a queda nas taxas de crescimento da produção de calçados no primeiro semestre de 2018. Segundo o economista, o mercado interno é para onde são destinados 86% dos calçados produzidos no Brasil e tem influência direta na dinâmica do setor.
Lélis ainda projetou que o PIB brasileiro deve crescer 2,8% em 2018, apenas 0,3% mais do que a média histórica, o que será pouco para reverter o quadro de queda dos anos de 2015 e 2016 (7%).

Durante o encontro também foi lançado o Relatório Setorial 2017, com uma análise dos dados do setor calçadista brasileiro - produção, exportação, emprego, segmentação, consumo etc. 

Imagens: Divulgação.

Os comentários são via Facebook e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de responsabilidade dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião editorial do Grupo Use.


Carregando...

Top 5 posts mais lidos

@usefashion
Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.